22 fevereiro 2014

Quem repete a falácia dos médicos escravos?

Postado Por: Sentença  |  Em:

Quem repete a falácia dos médicos escravos?

Se você analisar a origem dessa falácia e as pessoas que a repetem é uma lógica muito simples.


A origem da falácia vem da mídia de massa, Globo, Bandeirantes, VEJA, Folha, etc... . Quando não em telejornais travestidos com o manto da seriedade, a falácia é veiculada em programas pseudo humorísticos como Agora é Tarde de Danilo Gentili, Zorra Total etc..


Essas mesmas empresas que veiculam a falácia recebem milhões em publicidade de empresas acusadas de trabalho escravo, como: Nike, Addidas, McDonalds, empresas de confecção de roupas e tantas outras que nunca foram apontadas como beneficiarias de trabalho escravos nesses veículos apesar de terem processos judiciais e apontamentos da ONU nesse sentido.


Então você recai na ótica socialista de Cuba, onde a anos são realizadas missões internacionais que enviam médicos para países carentes de profissionais. Os médicos cubanos são estimuladas pelas politicas Socialistas de solidariedade de Cuba e pela consciência que os estudos de medicina foram financiados pelo governo e esse é também um dos motivos de honrar o seu país, deve-se encarar isso como trabalho voluntário ou até mesmo como retribuição pelo diploma concedido pelo auxilio do Governo.


E por outra ótica, escravidão é caracterizada por jornadas de trabalho excessivas onde o funcionário é obrigado a aceita-las por sua condição social ou por opressão. Essa ótica também não se aplica a Cuba.


Por fim quem repete a falácia dos médicos escravos tem uma opinião formada apenas pelos veículos de comunicação que na verdade são cúmplices do trabalho escravo a nível mundial. Daí se justifica a máxima: Quem chama médicos cubanos de escravos, nunca se indignou com trabalho escravo de verdade.

Copyright © 2013 Brasil em Discussão. Traduzido Por: WST Design.